URBANÓIDE - CANTAGALO

Escalada localizada no Cantagalo, de frente para a Lagoa Rodrigo de Freitas, com uma das melhores vistas do Rio de Janeiro.

Para acessar esse setor é preciso subir a ladeira da Rua Professor Gastão Bahiana, no sentido da Lagoa para Copacabana, e virar na primeira rua a direita. Essa é uma rua sem saída, com uma guarita da polícia na esquina, e no final dela existe um pequeno largo com estacionamento.

No canto esquerdo desse largo tem uma escada de madeira, que termina em um portão/grade de ferro no meio de um muro. Basta entrar e virar para a direta, seguindo por uma trilha muito curta, para em seguida subir pela escada de escoamento de água da chuva e depois cair para a esquerda por essa mesma escada.

A base da Urbanóide fica no canto esquerdo da parede, logo após o término da escada de escoamento de água de chuva. É preciso fazer um pequeno e fácil lance de escalada até o platô da base,  onde existe um grampo e é possível fazer a P0.

A primeira enfiada segue por um lindo sistema de fendas em diagonal para a direita, a exposição deve estar na casa do E3. O primeiro grampo está longe e escondido, mas existem agarras grandes que ajudam no psicológico, de qualquer forma não pode cair nesse primeiro lance!  

Depois das fendas a via segue em agarra para cima, sempre na casa do IVsup ou V grau, passa por uma parada dupla e depois um tetinho, onde é preciso fazer um lance de domínio. A P1 fica em um platô com parada dupla acima desse tetinho.

 

A segunda enfiada já começa com o crux, que é um lance técnico de equilíbrio em agarras pequenas e polidas, na casa do Vsup. Depois do segundo grampo é preciso fazer uma travessia delicada para a esquerda até o terceiro grampo. Em seguida a enfiada segue em diagonal para a direita, por uma calha fácil e exposta, mas após o quinto grampo da enfiada é preciso sair da calha em travessia para a direita, na direção de um platô com parada dupla, onde é possível fazer a P2.

 

Existe uma outra opção de final, onde ao invés de sair da calha em travessia para a direita, é possível seguir pela esquerda até uma parada dupla. Essa variante final está na casa do quinto grau.

O rapel pode ser feito pela própria Urbanóide, mas recomendo que seja feito com uma corda de 70 metros, para que o primeiro rapel seja direto da P2 até a P1. Fique atendo porque esse rapel direto da P2 para a P1, com uma corda de 70 metros, fica no limite da corda e ainda é preciso fazer um pendulo para a esquerda para acessar a P1. Outra opção é fazer o rapel pela Via Lembranças de Um Passado, neste caso ele é feito praticamente em linha reta e sem grandes dificuldades.

Grau de Dificuldade: 5º Vsup E3 D1 120 metros

Conquistadores: Carlos Alexandre, Giovani Tartari, Marcelo Braga, Sérgio Tartari e Alexandre Portela

Ano: 1983

  • Whatsapp
  • telefone
  • Contato Escaladas Clássicas
  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Escalada é um esporte de risco, acidentes graves e mortes podem acontecer com escaladores experientes e inexperientes. O conteúdo desse site não garante sua segurança ou o sucesso da escalada. Caso tenha o interesse de iniciar no mundo da escalada procure um instrutor qualificado e capacitado para essa atividade de risco elevado.

© Copyright - Escaladas Clássicas - Todos os direitos reservados