PÁSSAROS DE FOGO - PÃO DE AÇÚCAR

 

A Pássaros de Fogo é uma das vias mais bonitas do Pão de Açúcar, com grau sempre na casa do quinto ou sexto, e um crux técnico de sétimo grau. Ela teoricamente fica localizada na face oeste, mas na verdade ela fica na face sudoeste, muito próximo ao Totem. 

 

Para acessar a base é preciso entrar a Pista Claudio Coutinho no canto esquerdo da Praia Vermelha na Urca. Aproximadamente na metade da pista é preciso pegar a trilha para o Morro da Urca, que é praticamente uma avenida, e subir em direção ao colo do Morro da Urca com o Pão de Açúcar. Chegando no colo é preciso seguir por uma trilha para a direita, em direção da aresta da face oeste do Pão de Açúcar. Quando chegar na face oeste, a trilha de divide, para a esquerda fica a base da Italianos, Cavalo Louco e Cão Danado. Para a base da Pássaros de Fogo é preciso seguir a trilha para a direita, que vai margeado a rocha e descendo ligeiramente em direção do Totem. A base da Pássaros de Fogo fica exatamente no final dessa trilha, onde é possível ver o primeiro grampo de inox da via.

 

A primeira enfiada começa por uma rampa de aderência protegida por grampos de inox e após o segundo grampo é preciso fazer uma horizontal delicada para a direita, para depois voltar a subir em agarras e fazer outra horizontal para a esquerda, passando por alguns buracos na rocha. Nesses buracos é preciso tomar cuidado com os marimbondos, principalmente no verão, quando eles estão em maior quantidade e mais agitados. 

 

O crux da via fica exatamente no último lance dessa travessia, quando é preciso superar um buraco e depois fazer um lance técnico em agarras pequenas até um buraco pequeno, onde a proteção pode ser melhorada com um Excentric Black Diamond #9. Na sequência a via segue para cima passado por um lance de batente para a esquerda e fechando com dois lances de domínio até fazer a P1.

 

Obs: Devido as duas horizontais da primeira enfiada, recomenda-se usar fitas grandes (60, 80 e 120cm) ou fazer uma parada intermediária para evitar o arrasto da corda.

 

A segunda enfiada é praticamente uma linha reta para cima, existe somente com um lance curto para a direita no meio da enfiada, seguindo por um veio de cristal na casa do sexto grau. No final da enfiada o grau cai, mas as proteções em chapeleta são muito duvidosas, logo não é interessante cair……A P2 pode ser feito em um pequeno platô com parada dupla.

 

A terceira enfiada é curtinha, mas segue por lances de sexto grau em aderência que dão muito trabalho. Ela termina em um mini platô com parada dupla no canto direito da parede, após fazer um pequeno zigue-zague.

 

A quarta enfiada segue em lances de sexto, mas na medida que avança na parede o grau vai diminuindo ate chegar na casa do quinto ou quarto grau grau. A P4 é feita em grampo simples pendurado na parede, logo é recomendável subir até o próximo grampo e voltar para evitar o fator 2 na enfiada seguinte.

 

A quinta e última enfiada segue em terceiro grau, fazendo uma pequena travessia para a esquerda e depois seguindo por uma rampa fácil até o platô da Cisco Kid na extrema esquerda, próximo do cabo de aço do CEPI. Esse platô é relativamente grande e bem abrigado.

 

Para fazer cume basta seguir pela Cisco kid ou pelo cabo de aço do CEPI e para descer basta pegar o bondinho para o Morro da Urca e depois a trilha de descida para a Pista Claudio Coutinho, que vai dar na Praia Vermelha.

 

Grau de Dificuldade: 6 VIIa E2

Conquistadores: André Ilha, David Austin, Sérgio Tartari e Sérgio Bruno

Ano da Conquista: 1983

 

  • Whatsapp
  • telefone
  • Contato Escaladas Clássicas
  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Escalada é um esporte de risco, acidentes graves e mortes podem acontecer com escaladores experientes e inexperientes. O conteúdo desse site não garante sua segurança ou o sucesso da escalada. Caso tenha o interesse de iniciar no mundo da escalada procure um instrutor qualificado e capacitado para essa atividade de risco elevado.

© Copyright - Escaladas Clássicas - Todos os direitos reservados