PAREDÃO TUDO BEM - BAUZINHO - SÃO BENTO DO SAPUCAÍ

O Paredão Tudo Bem fica localizado na face sul do Bauzinho e seu acesso pode ser feito através do estacionamento do Bauzinho, no final da estrada de acesso ao Monumento Natural Estadual da Pedra do Baú. Após estacionar o carro é preciso pegar a trilha que desce pela face sul, na direção do colo entre a Pedra do Baú e o Bauzinho, subir a escada de acesso ao colo e depois pegar a trilha do Fausto, que margeia a face rochosa, passando pela base das vias. 

O Paredão Tudo Bem fica logo no início da trilha do Fausto e uma chapeleta muito próxima da base marca o início da via. Todo o trajeto do estacionamento até a base da via dura cerca de quinze ou vinte minutos.

Obs: Durante a semana é possível subir com o carro até o final da estrada, mas nos finais de semana é preciso estacionar o carro mais em baixo, o que adiciona uma caminha pela estrada até a entrada da trilha. Também é preciso ficar atendo, porque existem mais duas trilhas a partir do estacionamento, uma que segue diretamente para o cume e é muito procurada por turistas, e outra que desce para a face norte, no setor da V de Vingança.

A via é linda e tem apenas três enfiadas de corda, todas na casa do quinto ou sexto grau, alternando lances de proteções fixas e móveis. Um jogo de Black Diamond Camalots do .4 ao 3 , ou algo similar, mais um jogo de nuts é suficiente para fazer a via.

 

Logo no início da primeira enfiada tem um crux, que atualmente esta sendo feito em artificial fixo utilizando a chapeleta, para depois sair em diagonal para a direita por uma fenda, onde é preciso utilizar peças pequenas até a segunda chapeleta. Depois de costurar a segunda chapeleta na extrema direita é preciso seguir em diagonal para a esquerda, passando por mais três chapas até uma parada dupla confortável. Essa enfiada deve ser cotada com um grau geral em quinto e um crux de sexto.

A segunda enfiada da escalada é muito curta e segue por um bonito diedro vertical, onde é preciso fazer um lance de domínio em um bico de pedra para costurar a primeira chapa, mas na sequencia a enfiada segue toda em móvel até uma parada dupla.

A terceira e última enfiada é a mais bonita, mas também é o crux da via, cotada em sexto grau. Ela começa com uma horizontal fácil para a direita até uma chapeleta e depois segue em diagonal para a direita, passando por algumas chapas (trecho confuso!), para depois seguir reto por um sistema de fendas até o cume, onde é preciso fazer uma parada em móvel.  Como abriram algumas variantes nesse trecho, a navegação ficou meio confusa pela grande quantidade de chapeletas cruzando a via, logo é preciso ficar atento!

Chegando ao cume do Bauzinho, basta uma caminhada (no sentido contrário do colo) de cinco minutos para voltar para o estacionamento, uma verdadeira moleza!

Grau de Dificuldade: 5º VI E2 D1 120m

Conquistadores: Alberto Cardoso, Christian Styegmann, Edson Natal, Max Haim e Paul Mitchel

Ano: 1981

ACESSO PARA O ESTACIONAMENTO DO BAUZINHO
  • Whatsapp
  • telefone
  • Contato Escaladas Clássicas
  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Escalada é um esporte de risco, acidentes graves e mortes podem acontecer com escaladores experientes e inexperientes. O conteúdo desse site não garante sua segurança ou o sucesso da escalada. Caso tenha o interesse de iniciar no mundo da escalada procure um instrutor qualificado e capacitado para essa atividade de risco elevado.

© Copyright - Escaladas Clássicas - Todos os direitos reservados