MOONWALKER - PEDRA RISCADA - SÃO JOSÉ DO DIVINO

A via Moonwalker fica localizada na cidade de São José do Divino, no nordeste de Minas, próximo da cidade de Governador Valadares. Ela é uma típica cidade do interior de Minas Gerais, com um centro pequeno e muitas propriedades rurais, logo pode ser interessante levar tudo para lá. Para quem deseja fazer a Moonwalker recomendo ficar hospedado no Hotel Dois Irmãos no centro da cidade, já que ele fica a cerca de 30 minutos de carro do início da trilha.

 

Vale ressaltar que a trilha segue por um pasto em propriedade particular, logo é indicado ser educado e pedir autorização para entrar na propriedade e estacionar o carro. Também é importante manter o silêncio e paz no local, além de não acender qualquer tipo de cigarro para evitar incêndio no pasto.

A via já é um clássico da escalada brasileira, uma muralha de aproximadamente 1.200 metros, com uma grau de dificuldade sempre na casa do quarto grau, mas possui dois ou três lances de quinto. A exposição na grande maioria das vezes é bem amiga, predominando o padrão E2, mas em alguns lances fica no padrão E3 e nas duas últimas enfiadas provavelmente no padrão E4.

Como a via é muito longa, vale a regra de acordar bem cedo, preferencialmente na madrugada, para chegar na base com o dia amanhecendo. É importante levar em consideração o deslocamento de carro até a entrada da trilha e a caminhada pelo pasto, que deve demandar mais 30 ou 40 minutos. Uma dica é fazer o reconhecimento no dia anterior para evitar contratempo.

A escalada é na face oeste, ou seja, sombra pela manhã! Ela pode ser dividida em duas etapas, sendo a primeira (2/3 da via) até o grande platô e a segunda (1/3 da via) do grande platô até o cume. Para quem domina o quinto grau de dificuldade a escalada flui muito bem e pode ser feita de forma rápida sem a necessidade de escalar em simultâneo (francesa). Nessas condições desnecessário fazer a via em dois dias, já que é possível escalar em apenas um dia sem grandes dificuldades, mesmo que parte do rapel seja feito durante a noite.

Apesar da dificuldade técnica ser relativamente baixa, essa não é uma escalada para iniciantes! Não cometa o erro de julgar uma via apenas pelo grau de dificuldade, leve em consideração que a Pedra Riscada é um gigante e um problema lá em cima pode ser tornar algo bem desafiador. Sugiro fazer vias no mesmo estilo antes de encarar esse gigante, vias como a Face Leste do Pico Maior, CERJ no Capacete Maria Nebulosa na Maria Comprida.    

Grau de Dificuldade: 5º V+ E3 D4 1.120 metros

Equipamentos necessários: duas cordas de 60 metros, preferencialmente um par de cordas duplas, além de umas doze costuras e paradas.

Conquistadores: Breno Araújo, Leandro Ianotta, Eduardo Pimentel, Marcelo Haddad e André Machado

Ano da Conquista: 2013

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

Moonwalker Pedra Riscada

ACESSO PARA SÃO JOSÉ DO DIVINO SAINDO DO RIO DE JANEIRO
TRAJETO HOTEL DOIS IRMÃOS ATÉ A ENTRADA DA TRILHA
CAMINHADA PARA ACESSAR A BASE DA VIA PELO PASTO