CAVALO LOUCO - PÃO DE AÇÚCAR

Um das mais belas escaladas do Rio de Janeiro, localizada na face oeste do Pão de Açúcar, tem a base compartilhada com a Italianos, mas ao invés de cair para a direita após o terceiro grampo, ela segue ligeiramente pela esquerda na direção do diedro.

 

A Primeira enfiada começa no mesmo ponto da Italianos, mas depois segue pelo diedro, todo guiado em móvel.  Nesse diedro podem ser utilizados um excentric #9 da BD, Camalot #2, Camalot #1 e o Camalot #3 exatamente nessa ordem. Todas as proteções ficam a prova de bomba! 

 

Colocando o Camalot #3 no final do diedro, a saída para a direita fica muito bem protegida, só aconselho colocar uma fita de pelo menos 80cm para evitar o atrito. O crux da primeira enfiada é delicado, existe um pequeno buraco no final do diedro em que os quadro dedos da mão esquerda entram como uma faca, a pegada ali é muito boa! O lance é se posicionar com a mão esquerda nesse buraco e depois fazer a passada para a direita, procurando as agarras para o pé direito e mão direita já na parede fora do diedro.

 

A segunda enfiada segue em diagonal para a esquerda, com lances de graduação em torno de quarto e quinto grau, mas o existe um crux bem definido cotado em VIsup.

 

No crux eu faço da seguinte forma: gosto de costurar, subir um pouco e colocar os dois pés em um friso logo abaixo do grampo, fazendo uma passada para a esquerda, colocando o pé esquerdo em um abaulado. Lance é de puro de equilíbrio, mas fazendo essa passada para a esquerda já é possível costurar o próximo grampo. Na sequencia é preciso juntar os dois pés no abaulado e e depois fazer mais outra passada para a esquerda em outro abaulado.

 

Depois a enfiada segue para cima, com mais um ou dois lances delicados, até uma parada dupla em platô.

 

A terceira enfiada é curtinha e segue por uma fendinha estreita toda protegida por grampos, sempre na casa do quarto grau, terminando em um platô com parada dupla.

 

A quarta enfiada também é curtinha e sai em quarto grau para a direita até se juntar com a travessia da Italianos para a Secundo.

Para fazer cume basta fazer as travessias para a Secundo, depois seguir pelo mar de agarras e fechar a escalada no último diedro. Para descer basta pegar o bondinho para o Morro da Urca, depois descer a trilha e na sequencia a Pista Claudio Coutinho.

 

Dificuldade: 5 Vsup E2 D2 120 metros (Cavalo Louco + Secundo 250 metros)

Conquistadores: Andre Sant`anna, Juarez Fogaça e Sergio Poyares

Ano da Conquista: 1984

  • Whatsapp
  • telefone
  • Contato Escaladas Clássicas
  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Escalada é um esporte de risco, acidentes graves e mortes podem acontecer com escaladores experientes e inexperientes. O conteúdo desse site não garante sua segurança ou o sucesso da escalada. Caso tenha o interesse de iniciar no mundo da escalada procure um instrutor qualificado e capacitado para essa atividade de risco elevado.

© Copyright - Escaladas Clássicas - Todos os direitos reservados