JARARACA - CABEÇA DE PEIXE

Cabeça de Peixe é a montanha que fica ao lado do Dedo de Deus e sua escalada segue pela sua crista, alternando trechos de caminhada e escalada. Para quem vai de carro a dica é estacionar no Paraíso da Plantas, uma espécie de centro comercial com lanchonete, restaurante e supermercado no lado direito da pista de subida, ainda na estrada, mas muito próximo de Teresópolis. Basta se orientar pelo telhado verde que é possível visualizar na subida da serra.
 
Com o carro estacionado no Paraíso das Plantas, basta descer pelo acostamento da estrada até o estacionamento onde se localiza uma Santinha. Para entrar na trilha basta caminhar por cima de uma barragem de concreto, como se fosse uma ponte, e depois subir pela beira do rio. Após alguns metros subindo pela beira do rio vai existir uma trilha no lado direito. A trilha segue na direção da crista da montanha, exige um bom preparo físico, com muitos trechos verticais, onde algumas cordas abandonadas servem de apoio.
No trecho rochoso da crista existe a possibilidade de fazer a via Jararaca. O início da via fica a direita da rota normal e uma parada dupla, que deve ser utilizada como P0, ajuda na sua localização. 
 
A primeira enfiada começa com alguns movimentos delicados, no lado esquerdo da aresta, não é muito difícil, mas exige um pouco do psicológico. Passando esse trecho inicial, a via segue por uma rampa fácil até a base de uma fenda perfeita. Essa fenda deve ter uns 15 metros e um jogo de Camalot do .5 até o 2 é suficiente para fazer a proteção. Para evitar uma parada em móvel, o que requer mais proteções móveis, a parada pode ser feita em um grampo no final da fenda. 
 
A segunda enfiada é fácil e bem curtinha, ela segue em agarras e aderência até encontrar com a rota normal em um platô, após alguns metros de escalada.
 
Depois da Jararaca basta seguir pela rota normal, alternando trechos de caminhada e pequenos lances de escalada, quase sempre com pedaços de corda abandonados que ajudam na progressão. O cume do Cabeça de Peixe é um dos mais bonitos da Serra dos Órgãos, com uma vista espetacular do Dedo de Deus, onde é possível visualizar claramente a linha da Teixeira.
 
Grau de dificuldade: 3º IVsup E2 D1
Conquistadores: Gustavo Melo e Juliano Lindner 
Ano da Conquista: 1998
  • Whatsapp
  • telefone
  • Contato Escaladas Clássicas
  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Escalada é um esporte de risco, acidentes graves e mortes podem acontecer com escaladores experientes e inexperientes. O conteúdo desse site não garante sua segurança ou o sucesso da escalada. Caso tenha o interesse de iniciar no mundo da escalada procure um instrutor qualificado e capacitado para essa atividade de risco elevado.

© Copyright - Escaladas Clássicas - Todos os direitos reservados