SYLVIO MENDES - PICO MAIOR

Silvio Mendes foi a primeira via de escalada no Pico Maior, um verdadeiro marco para escalada do Rio de Janeiro e Brasil. Os cabos de aço da conquista foram retirados e a via está toda grampeada, possibilitando a escalada em livre, sendo cotada em 5º VIIa. Apesar de histórica e com proteções bem conservadas, muitos escaladores só utilizam como uma via de rapel, no entanto ela é linda e vale ser repetida!

 

Para acessar a sua base é preciso fazer seguir o caminho para o Capacete, mas antes de chegar no Vale dos Deuses é preciso pegar a trilha para o setor Rodolfo Chermont e Sergio Jacob. Um pouco antes de chegar na base dessas vias, é preciso pegar um trilha para a esquerda, em direção ao colo entre o Pico Maior e Capacete, onde está localizada a base da Silvio Mendes. 

 

A primeira enfiada é curta e muito bem protegida por grampos, onde segue até um grande platô. Chegando nesse platô é preciso pegar uma trilha pequena em direção da calha que corta grande parte da face oeste do Pico Maior.

 

Da segunda até a quinta enfiada a via segue por essa calha, alterando trechos em chaminé, caminhada e lances em agarra. Grande parte de trecho pode ser feito em livre, mas alguns trechos podem ser feitos em A0 caso seja necessário. 

 

A partir da quinta enfiada a via sai da calha em segue pela face em rocha. A sexta, sétima e oitava enfiadas são lindas, e só elas já fazem valer a escalada! Feitas em livre essas enfiadas devem estar cotadas em 5º VIIa.

 

Na décima enfiada existe um longa chaminé, mas em alguns trechos se transforma em fenda de meio corpo, o que torna a escalada mais extenuante. Os primeiros metros dessa chaminé são expostos e exigem um bom psicológico, mas o final volta a ser bem protegido.

 

Depois da chaminé a via segue por mais duas enfiadas, totalizando doze enfiadas e aproximadamente 550 metros de escalada até o cume.

 

É recomendável que o rapel seja feito pela própria Silvio Mendes, mas existe a opção de fazer o rapel pela Cidade dos Ventos, sendo aconselhável fazer com duas cordas de 60 metros.

 

Grau de dificuldade: 5º VIIa/A0 E1 D4 600m

Conquistadores: Índio do Brasil Luz, Reinaldo dos Santos e Sylvio Joaquim Mendes

Ano da Conquista: 1946 

  • Whatsapp
  • telefone
  • Contato Escaladas Clássicas
  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Escalada é um esporte de risco, acidentes graves e mortes podem acontecer com escaladores experientes e inexperientes. O conteúdo desse site não garante sua segurança ou o sucesso da escalada. Caso tenha o interesse de iniciar no mundo da escalada procure um instrutor qualificado e capacitado para essa atividade de risco elevado.

© Copyright - Escaladas Clássicas - Todos os direitos reservados